Uniprime Alliance
Internet Banking
Informações

Época de calor intenso estimula as discussões a respeito da economia de água

No Brasil, a cada segundo, são retirados dos rios 2,3 milhões de litros para a fabricação de bebidas, alimentos e cosméticos.

 

Segundo a Confederação Nacional da Indústria, a demanda global por água no setor industrial deve aumentar, até 2050, cerca de 400%. No Brasil, a cada segundo, são retirados dos rios 2,3 milhões de litros para a fabricação de bebidas, alimentos e cosméticos e esse consumo só perde para o da agricultura. "Apesar de, durante muitos anos, ter sido considerada um recurso natural infinito, há algumas décadas, o mundo compreendeu que o mau uso da água pode, sim, ocasionar a sua escassez", salienta Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News & Negócios (www.revistaecotour.news).

Cerca de 97,5% de toda água na Terra é salgada. Apenas 2,5% é doce, sendo que desta parcela, 1,72% está congelada nos polos Sul e Norte e geleiras no alto de montanhas, outros 0,75% são águas subterrâneas. Faz parte da constituição das plantas e animais, 0,02%, restando apenas 0,01% de toda água do planeta disponível em rios, lagos e represas. Como agravante, no Brasil, apesar de termos 13% desses 0,01% potável, temos taxas elevadíssimas de desperdício.

De acordo com o especialista em eficiência hídrica, Wagner Cunha Carvalho, CEO da W-Energy e membro do Instituto para a valorização da Educação e da Pesquisa no Estado de São Paulo (IVEPESP), todos devem se conscientizar não só na hora do banho, de lavar a louça e de escovar os dentes, mas sim de tudo o que se compra e se consome. "Aquilo que compramos e consumidos tem um grande impacto no meio ambiente. Todo o sistema do planeta está interligado, desde o desmatamento na Amazônia até o crescimento populacional, o aquecimento global, a produção excessiva de lixo, etc. Tudo isso interfere nas más condições hídricas que enfrentaremos a anos e também que devemos enfrentar daqui para frente", revela.

Conheça os produtos que, para serem produzidos, consomem muita água:

- Papel: a produção de uma folha de papel A4 consome cerca de 10 litros de água.•.

- Leite: para cada litro de leite são necessários mil litros de água.•.

- Café: uma xícara de café gasta 130 litros de água em sua produção.•.

- Arroz: para produzir 1 kg de arroz são necessários 2.500 litros de água.•.

- Carne bovina: um quilo de carne de boi consome 17.000 litros de água na produção.•.

- Carne suína: um quilo de carne suína consome seis mil litros de água na produção.•.

- Carne de frango: para produzir 1 kg, são necessários 3.700 litros de água.•.

- Chocolate: para fabricar uma barra de chocolate, são gastos 1,7 mil litros de água.

- Calça Jeans: a fabricação de uma calça jeans usa 10 mil litros de água.•.

- Carro: 400.000 litros de água são gastos no processo de fabricação de um automóvel.

Época de calor intenso estimula as discussões a respeito da economia de água. Isso porque, apesar de chuvas intensas do verão, muitas vezes os locais onde a chuva se concentra não atingem os reservatórios municipais. "O calor evapora a água, a população tende a aumentar o consumo e nem sempre essa água é suficientemente reposta", ressalta Vininha F. Carvalho.

Diversas inovações que estão sendo lançadas para evitar o desperdício deste recurso natural insubstituível para a sobrevivência A água tem o poder de transformar a realidade de milhares de pessoas, não apenas em relação ao meio ambiente e a saúde pública, mas impactando a situação socioeconômica da nação.

Fonte: terra

Voltar